terça-feira, 31 de março de 2015

Do Projeto,Palavras ao Vento: Oportuno abraçar flores ....

                     ( Recebi a imagem,não sei a procedência.)

Bom poder abraçar,flores.
Bom termos registros mentais das suavidades que elas proporcionam...
E,nas horas difíceis,abraçá-las,deixar as energias abundarem nossos seres.
E, fico com as palavras-seguras de:
" Na NATUREZA,nada se cria,nada se perde,tudo se transforma."
( Antoine Lavoisier)
Transformemo-nos,pois!
Que não se percam as coisas boas,interiorizadas.

Tata Junq

segunda-feira, 30 de março de 2015

APELO.

Como serei desenhada?

No apelo do tempo,não há borrachas,mágicas.
Mas não me mantenhas serena,seria um erro.
Nem coloque peso de grafite em meus pés... deixe-os leve.
Dê-me contorno em asas,no dorso,mesmo que cansado.
Não coloque becos sombrios nas estradas...melhor,apague-os,sim?!
Nem crie muros,não tenho mais pernas saltitantes.
Deixe um banco,abaixo de árvore florida,dando-me sombra...
Deixe-me esquecida.
Disfarce os tremores de minhas mãos,mas desenhe minha bengala de apoio.
Não será preciso suavizar os sulcos da pele,no espaço arado do rosto.
Mas mesmo em preces,deixe-me e mantenha meus olhos fechados,não será preciso serem visualizadores do final da estrada.
Mais um pedido,não apague meu sorriso!!!
(Não terá sentido.)

Tata Junq










Ilustração & Musicabilidade & Emotividade .... SIMPLES ASSIM!!!!!



***** Ahhhhhh" se eu fosse um marinheiro ..."
Será que somos assim???
Diversificando em cada porto?
Ser seletivo?
Ser variante?
Ser vivente,desprendido,amante?
Somos de um porto,exclusivo,único?
Respostas????
E eu me apego à essa música,de um cantor único,numa emoção única ...

Eu,a solidão,de um coração,único,sem respostas de um outro coração.

Tata Junq

domingo, 29 de março de 2015

Pensamentando & Fotografando ... O PODER.

                                   ( By Tata Junq)                                                             

Tão lindas!
Tão no meu quintal.
A muda,da muda,da muda ...
Veio de Caraguatatuba.
Um cheiro bom... uma beleza contagiante.
Do que reclamar?
A Natureza acorda-nos sensibilidades e chamadas.
Por que somos tão pequenos,incapazes,diante da magnitude do belo?   
Um Planeta tão lindo ...
No meu pequeno quintal,a beleza,singeleza das flores ...
E,sinto também pela descoberta de almas,feias.Aquelas que nos estocam propositalmente,qual espada afiada.
Por uns tempos,ceguei-me,diante delas.
Um cegar de desapontamentos.
E, pergunto-me,
Bem & Mal ,por quê?
Para depurarmos o espírito?
O que é Bem? Que é o Mal?
O Mal ,é tudo que nos desagrega?
Que nos cega,ou nos faz ver?
Tive em mãos uma espingarda,nestes dias...
Assustei-me,pela precisão e poder que tive,momentaneamente,em mãos.
( Era de chumbinho ...a mira uma tábua de madeira ...)
Fui certeira.
Nenhum animal ou ser humano,abatido.
Mas fui certeira.
Senti o poder,no entanto.
Assim,creio que somos,todos somos,cheios de poderes,na mira de tantos alvos
não importando de que maneira,gestos,palavras,armas brancas ou de fogo ...
Dizemos sempre,por defesas ... no fundo,sempre brilha o PODER DE PODER.
Eu?
Exatamente, queria, neste momento,olhar as belezas das flores ...e esquecer mazelas... mas no fundo,no fundo,no fundo,sou possuidora de armas.
Então ... como julgar os outros viventes,próximos ou distantes?!

Tata Junq

Sinopse ...Pareces,não! És!

Sinopse

Quanto mais te olho,menos te entendo.
E,meu olhar seleto e denso,
julga.
Não a tua aparência,
mas cada ato que te sustenta.
Pareces a Torre de Babel,em línguas,num surto.
Falastrão!
Sem essência.
Sem cor,
sem pilares,
vazio,
egoísta,
vão.

Tata Junq

E viveram felizes para sempre! Viveram?Dual possibilidade. PENSO,num dia de Outono.

   ( A imagem,tem assinatura.)


Vinicius de Moraes




Soneto de fidelidade

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama 
Mas que seja infinito enquanto dure


Link: http://www.vagalume.com.br/vinicius-de-moraes/soneto-de-fidelidade.html#ixzz3Vo4dTdbU




Soneto da Separação

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto 

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama 

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente 

Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente

Link: http://www.vagalume.com.br/vinicius-de-moraes/soneto-da-separacao.html#ixzz3VoB2RFTY.

Encanta-me,Vinicius de Moraes,considerado," Nosso Poetinha".
Poetinha-Gigante em sensibilidade.
Carne e sentimento.Nada complexo,tocante.
E fala do amor,vivo.Do ser possível.
" Amor,infinito,enquanto dure"..
Do que possa ser durável,do que acaba,do que dura para sempre.
Que é possível?
Quão possível?
Creio que amor cabe em cada alma.
Destinado ao tempo?
Questionável.
Fundamental,é amar.
Mas somos ainda desprovidos,do incondicional... longe ainda,do crescimento,evolutivo,sem egoísmos,sem cobranças.
Relacionamentos,são complexos.
Superações,prosseguir,recuar,terminar ... cabem a cada qual.
Cada contexto,cada contexto.
Quando vejo um casal,idosos,de mãos dadas ...calculo que seus dias não foram facilitados,mas a cumplicidade,o segurar de mãos,
tocam-me profundamente.
E,sorrio,mesmo chorando,todos meus ais.
Vontade que dá,ter uma mão amiga,num tempo pra sempre,infinitamente,amor!

Tata Junq










E,fica mais um registro,um dos mais bonitos ...















sexta-feira, 27 de março de 2015

Natureza...

                      (A imagem,tem referências.)



Natureza

Tão gritante,e vezes muda.

Na secura,ensina-nos.
Na vida plena,ensina-nos.
Na sugestão,acende-nos em interrogações,
qual fogo incendiário.
Curvamo-nos,mesmo que não queiramos,diante do enigmático-sugestivo.
Vida,que garante vidas.
O pássaro,sugere alegria garantida,protegido.
Asas-de-liberdade!
Abraço com olhar agradecido,a idosa árvore.
Canto qual pássaro,a alegria de viver,ainda.
E,choro pelas mortes de muitas delas,que desmedidamente,são abatidas.
Lamento.
Lamento pelas irresponsabilidades, do chamado "progresso".



( Um vídeo,procurado por mim ...no Youtube ... parece ser um monologar,do pássaro,mas depois ouve-se respostas de Bem-te-vis ...

( Um belo registro,que tem "dono"...segue junto ao vídeo,referências de quem o realizou.)
Quantas espécies desconhecemos,neste "Mundão"?!
Quantas vidas?!
E a Natureza segue seu percurso ...
A humanidade segue seu percurso ...
Agraciados,somos.
E,mal agradecidos,inclusive.
Vezes tão dispersos ...como se tudo que nos rodeia,tenha obrigatoriedades
para conosco.
Desapegados ...somos.
E, tão motivados,na modernidade,a esquecermos de valores,importâncias,do sobreviver,e das sequelas por falta de cuidados com a Natureza que nos rodeia e abriga.
Num até quando,que desconheço.)

TATA jUNQ

Pensamentando ... Bailo.Bailas?

                    ( Quanto à imagem,desconheço a fonte.)


Piso nos teus pés,decerto.
Porque,não houve,nova dança.
E pensei estar pisando leve,deliciosamente,perfeita,como tivesse asas ao vento..
E,a alegria do estar ... passou a ter pés sozinhos.
Assim a vida,no entanto.
E,danço ainda,com alegrias,com gestos mágicos,afinal,carrego o sangue flamenco,comigo.
Grande parte, da genética,favorecem-me.
Pelo menos,nisso.
( E, sorrio ... )

Tata Junq

Diário ... Pensamentando,pensamentando,pensamentando ....

                  ( Imagem recebida,desconheço a fonte.)

Da metade,sabes um terço.
E, no diário,registros.
Uma metade registra emoções contidas,incontidas.
A outra,assombra,realidades.
Escrevo,escrevo e escrevo.
Assim a vida.
Quem se mostra por inteiro?
Minh'alma é caderno de notas,sem lacre ... mas nada lido,a não ser por
minha consciência,erva daninha,que cresce,invadindo espaços,matando sonhos.

Tata Junq

Jogo das Palavras ...


JOGO.

Jogas?

Jogo?
Pensas?
Penso.
Penso
que 
pensas
a
cada 
ensaio,
motivador
da
andança
de
cada
peça.

na
engrenagem,
tabuleiro,
o
rei
dorme,
e
a
rainha,
sonha.
Enquanto

Castelo,
desmo
ro
n
a
a
a
a
a ...aaaaaaaaaa.

Tata Junq


sábado, 14 de março de 2015

Faz sentido?




FAZ SENTIDO, QUANDO HÁ SENTIDO!!!!
(Recebi a imagem ...desconheço a fonte.)

Quem sabe,um "dia" ...
Tempo,cabível.
de almas,
no
infinito.
Quem sabe?!

Tata Junq

Complexos pensamentos.


( Imagem do Google.)




O meu infinito 
dorme,
cego,
mudo,
surdo.
Uma Galáxia,
inexplorável,
de 
segredos,
medos,
incertezas,
dores.
E
perco-me.

Orbito...
Orbito,
orbito,
sem alcance.

Tata Junq

sexta-feira, 13 de março de 2015

Poetando ás avessas & Ilustrando & Musicando

( Imagem pesquisada no Google.)

No tic-tac,
no tic-tic,
nervoso.
Na sua espera,
na sua esfera,
fera,
era.
Passou.

Tata Junq


DIA do BEIJO. ( Lembrança,dedicada a ACC.) & Musicando.





No sorriso teu,
alegria,
nada tímida.
Olhar,
avidez,
de quem
não dorme.
Momento-registro.
Assim,
adentrastes,
em
minha casa.
Depois
do
beijo,
o selar
de encantos,
motivos
de 
amar.
Eu ainda 
te
sonho,
num amar,
jamais
esquecido.
Seu beijo,
roubou
palavras minhas,
sem
aviso,
e
também,
meu coração,
sem 
Juízo.

Tata Junq

E hj é sexta! Recadinho básico. ( Projeto Palavras ao Vento.)


        kkkkkkkkkkkk ...to de bico!!!!



Na dimensão de um sim,sim.
Na dimensão de um não,não!
Tão simples assim.
Mas dizer sins,talvez seja uma tarefa fácil,porém ,vezes contraditória.
Os mais difíceis são,os nãos...
Vezes,tão necessários.
O não é o basta.
O "chega",e pronto.
O não é não!
Sim?
O sim é o admitir.
Na via dos limites,há razões para os sins e nãos.
E cada um sabe dos seus.
Por hora ,quero dizer SIM às ALEGRIAS!.
E um NÃO bem REDONDO,RETUMBANTE,ENÉRGICO,às
INVERDADES!!!!
Bom dia,dia!
Bom dia,pessoas!

Tata Junq

quarta-feira, 11 de março de 2015

Para curtir...

Vidro In The Park

» «
Há vidro no parque
» «
Querida, eu não posso deixar de continuar a fazer nomeações
para varrer debaixo do quadro de escalada

Se o sol está em seus olhos
Eu vou apertar sua venda, baby
Não se preocupe o seu pé não vai se cortar
escorar descuidadamente

» «
E quando você diz que precisa de mim hoje à noite
Eu não posso manter meus sentimentos disfarçados
As peças brancas de meus olhos iluminam

E eu vou esperar por você
Como se eu estou esperando por uma pedra para parar
Eu já ouvi-los falar
Sobre como eu vou colocá-lo fora

Há vidro no parque
E agora que eu estou acima dos meus joelhos
Eu peguei a velocidade
Para saltar seus palácios

E eu disparar durante a noite
ND repente todos aqueles espuma uma vez perdida do engendro
E perseguir o dia longe

Quando você diz que precisa de mim hoje à noite
Eu não posso manter meus sentimentos disfarçados
A parte branca dos meus olhos iluminam

E eu vou esperar por você
Como se eu estou esperando a pedra para parar
Eu já ouvi-los falar
Sobre como eu vou colocá-lo fora

Você me diz, como eu posso levá-lo, quando você é um carácter de urgência?
Eu tenho um milhão de coisas que eu preciso fazer, mas todos eles são secundário
Certifique-se de que você não está seguindo
E me encontre pelo balão morte

Pasolini mulher, eu sou seu homem na lua
E como um grão de pó de diamante, você flutua
Eo exterior, crosta ... Cracks da minha devoção
 x


Link:  http://www.vagalume.com.br/alex-turner/glass-in-the-park-traducao.html#ixzz3U8X0TaWW

Projeto,Palavras ao Vento .... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... "Copiou"?!


Bom humor do brasileiro,é td de bommmmm!!!!!
JUNQ

terça-feira, 10 de março de 2015

Pensamentando & Musicando & Imagens .... ATIRADEIRAS.




(Imagem retirada do Google)


Na forquilha um elástico,muito bem amarradinho.
E lá vai o garoto,matar passarinhos.
Crueldade?
Matar a fome?
Engana-me, mas sou um terror?
Bem assim ... há meninos mansinhos,meninos atrevidos,meninos terroristas,meninos assassinos,meninos abobados, meninos sem juízos,meninos mal amados, meninos enrugados,meninos-meninos,meninos revoltados,meninos-meninas, meninos ladinos, meninos deslumbrados,meninos doentes,meninos famintos,meninos saciados, meninos-tormentos, ou,simplesmente,meninos,sem nenhuma ousada adjetivação.
E, há "estilingues", nas mãos de qualquer um.
Alvos?
 Não é muito difícil imaginar.
Há" estilingues" no Mundo!
Há, isso há!
Há francos atiradores,também.
E há de se ter cuidados.
Bom mesmo seria a inocência de um menino,sorriso largo,com sua "atiradeira",jogando pedrinhas ao léu,sem alvos,só pra ver a revoada dos passarinhos, num balé mágico de vida.
Tão simples assim ...e, tão complicado!

(Imagem por pesquisa,no Google)


Então fico com a singeleza da viola e canto dos pássaros,
tão bem ajustados,motivando paz.
Assim creio,que deveia ser a vida,carregada de sutilezas,de bons motivos,evitando-se atitudes destrutivas,agressivas e impróprias


TATA JUNQ

segunda-feira, 9 de março de 2015

\Poetando às avessas:Há um segredo?



                                  (Imagem por pesquisa, no Google)


Morrer,
nascer,
viver,
morrer,
renascer.
Qual a verdade?
Ser,
sendo,
ser,
sendo,
bicho-homem.

Tata Junq

Do Projeto,Alma Feminina:Crime?

                                 ( Imagem retirada do Google / Pesquisa.)

O que é perfeito?
Pés descalços,em águas frias,num calor escaldante?
Suavizar o corpo?
Abrandar desejos,quentes,que abrasam?
Ela caminha...
Seu rosto,semi coberto,por um chapéu de abas.revelam uma respiração,
apressada, como a sensação de espera. Há pressa ...
Por que de tanto atraso?
Quando percebeu,já era um entardecer,bonito,mas triste.
Espera inútil.
Voltou para casa,frustrada ...aquela quentura,foi quebrada pelo gelo momentâneo,da pergunta do marido ...
_Onde esteve até agora?
Sem nada responder,vai para o quarto,refrescar-se,um belo banho,ia bem.
Suaves goles de vinho ...afunda-se na banheira...
E emergiu,sem vida.
Na manhã seguinte,retirada do corpo,praxe investigativa...
Suicídio?
Não há crime perfeito,há?
A paixão não convence.
Amor,não consente?
Os artigos especulativos,dos jornais, ironizam,de maneira irresponsável.
Que são no entanto, verdades ou suspeitas,ou mentiras?
E a lei a cumprir?
Sem flagrante...só suspeito.
Esta criatura,não foi picotada e colocada numa mala.
Só ficou inflada pela água,feia de doer... e era tão linda!
O marido-corno,deu show de lágrimas e desesperos,mas não tem álibis.
Nada viu,nada sabe ou soube ...
Justiça tarda mas não é burra.
O que é trair?
Há valores restritos,que não compatibilizam-se,com tantas realidades ...
Realidades entre quatro paredes ... como diz-se,popularmente.
Justifica-se?
Pedido foi feito,exumarão o corpo,algumas novidades ...
Imagino-a já toda ruída pelos vermes ... e,fico enjoada.
Mais uma mulher morta ...
E ocorre-me,tantas outras vítimas ... homens,jovens,crianças ...
Crime doloso, o dela?
Femicídeo?
Varredura,eu diria.
Não presta,não serve,não é digna de viver,tem de pagar um erro????
Que será que sentiu realmente,neste caso,esse marido traído?
Especulação ...
Há no fundo d'alma,cofres invioláveis.
Penso e penso ... 
A casa ainda está interditada.
Eu?
Apenas uma vizinha,curiosa e intrigada,que muitas vezes,cruzou com essa mulher,sem sequer receber um bom dia.
Só me resta,um:"Deus a tenha!"!

( Uma alma feminina.)
Tata Junq






domingo, 8 de março de 2015

Projeto:De conversa em conversa,num botequinho...

_Houve um tempo,longo tempo atrás,que generosamente,lambia-se,parte de envelopes das cartas,para lacrá-las.
_ Que os dependentes químicos,não retrocedam,e caiam de boca na idéia...
_Santa ingenuidade,né?!
_ O mundo está aí ...o das drogas,em qualquer parte,canto,numa facilidade,fora de contrôle.
_ Fora de contrôle, ou a omissão se deve à pactos,entraves,com fabricantes,operantes,passadores ....boca-pequena,para a máfia,capitalista?
Falar de crimes,ou atentados sociais,é vago e torpe.
É fulano que manda de dentro  um presídio,é o pequeno avião,é o comando,os mandos,os manos .....
_ Enfim,lamber cola de cartas é café pequetito,frente às grandes máquinas produtivas de "café".
_Pois é!
__Legalizaram a maconha?Pra efeitos medicinais,em casos mais ou menos raros ...
_ Num sei!
_ Porra meu,fala alguma coisa,fica aí nos poisés ...
_Pois é!
_ Tá me gozando?
_Pois é!
_ Qual é a tua?
_ Crack!
_Cara,você deve estar de brincadeira comigo!
E,ele levantou da cadeira do bar,meio que incrédulo,com uma pedra.
UMA PEDRA NO SAPATO!
Ou talvez na garganta...
Incomodo!
Moral da estória:
Saber de fatos,é importante,desde que gerem atos.
_Já calculou,que naquela mesa dividindo papo,poderia ter um filho seu?!
É pra pensar no peso.
Poderia ser o falante,senhor de informações,crítico o bastante?
Poderia ser o usuário...
_E aí?
_To fora deste entrave!

Tata Junq


Musicando a tarde & Repensando valores.



Cerque-me com seu amor
Olá
Você pode me ouvir
Por favor não vá
Onde você vai
Conversas passar por cima da minha cabeça
Isolamento tem uma cara feia

Cerque-me com o seu amor
Entenda, eu preciso de você agora
Cerque-me com suas palavras
Entenda, eu preciso do seu amor
Eu preciso do seu amor
Eu preciso do seu amor

Olá
Eu sou tão solitário
E parece que a doença
Venha e fique, fique ao meu lado
Fique sempre para sempre, não vá
Cerque-me com o seu amor
Entenda, eu preciso de você agora
Cerque-me com suas palavras
Entenda, eu preciso do seu amor
Eu preciso do seu amor
Eu preciso do seu amor

Cerque-me com o seu amor
Entenda, eu preciso de você agora
Cerque-me com suas palavras
Entenda, eu preciso do seu amor
Eu preciso do seu amor
Eu preciso do seu amor


Link:
http://www.vagalume.com.br/3-11-porter/surround-me-with-your-love-traducao.html#ixzz3Toz25HpC

sábado, 7 de março de 2015

Musicando a vida!!!! Pois,sim?!






Valorizando nossa MPB!!!!
Gosto do Bosco ...
Simples,assim!!!
E nos apelos da madrugada,quebrou silêncio.
Faz-me companhia.
Divagante,penso em amores ... os meus,os seus,os deles,delas ...
E,para amor,não cabem palavras maltratadas,trabalhadas,oportunistas,inventadas.
Cabe no afeto,gosto do quero mais,sabor chocolate,ou maçãs.
E,abocanhado,faz sentido.
Alimenta.

Tata Junq

O que faz sentido?










( Recebi a imagem e não sei a procedência.)




Poema de amor,faz sentido?
Pra quem tem ouvido?
Então,vamos aliterar,rimar,ressoar!
Suavemente,suaves,sutis,
sussurros soam
ao teu ouvido, surdo.
E amor  perdido,
ao 
vento,
não faz,
nenhum sentido....
ssssssssssssssss
                       ssssss.... 
sssucumbiuuuuuuu ...

Tata Junq