terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Pensamentando diante da obra ...A "sacada" da sacada.

                   (Imagem retirada do Google.)

"Ser ou não ser,eis a questão"!
( Já disse  ...Willian Shakespeare.)
Fazer ou não,eis a questão?!
Atente à imagem ...surpreendente,ou ilógica?
Bailarina,tenista,e sacando ovos ...
Elegantemente,sua postura,e braços firmes,como sacadora ...
Aí penso, há pessoas,pessoas e pessoas ... e,posturas,posturas e posturas.
E OVACIONAR????
Pode ser aplaudir,ou jogar ovos.
Redevolver os aplausos?
Sutilmente,atingir alguém? Ou rudemente,acertar de fato?
É a lei do bateu,levou? Na defesa,o rebater?
Pra quê,o ferro de passar?
Se está ali,disponível para arremesso,será fatalmente,ameaçador e possivelmente,causará ferimentos...enquanto os ovos,quebram
-se nas tacadas ... e há luz,que centraliza a bailarina,como num palco.
Resumo,esta obra contém assinatura. E, toda Arte é aberta às interpretações.
Mas imagine-se,bailarino ou bailarina ... atiraria, rebateria, ou o quê?
Ovos? Ferros?
A presença do ferro,torna-a uma mulher comum,doméstica?
Interpretaria?
A vida é um palco.
E, parece que vivemos na defesa, faz parte da natureza humana ...desde que o Mundo,é Mundo.
A humanidade evoluiu,e continua na defesa,nas ignorâncias ,nas maledicências,e defesas,que viram mortes.Direitos violados.
Bate-se tacos em bolas,raquetes ... 
(Ironizo,mesmo.)
Evoluíram as armas ...
Num outro dia, parei ao lado de canhões ...


E parei para imaginar a defesa da época ...e avalio as de hoje ...Sem fazer curvas no tempo, necessidade do homem primitivo,fez dele um caçador e defensor territorial ... e desde pedras e ossos ...as armas "nasceram" ...e, precisavam  apenas dos sentidos, de forma animalesca para perceber o inimigo ... Hoje temos drones- espiões,tamanhico de um inseto,até ... armas,biológicas,químicas,atômicas,etc e tal...e muitas  bem desconhecidas,sem abrir-se o jogo ... recursos,os mais variados e camuflados ... cada país,território,de "raquetes" na mão.
Motivos? Todos!
Na verdade,estamos sempre na defensiva,em palavras,em argumentos,em propósitos pessoais ou interpessoais,sociais ...
Qualquer cobrança,faz-nos auto-defensivos.
Qualquer crítica,qualquer comparação ... "raquete na mão"!
E, nem dá para sermos hipócritas,dizendo não sermos "jogadores" ...
E, bem longe estão,as raquetes que distribuem "flores" ...
Na hora do "vamos ver",a "sacada" tem alvo, e no bate-rebate,"raquete"  bem posicionada na mão!!!
Quem não é valentão,valentona?
Coragem !
 Mostra a mão!
E ... sua "raquete"!!!!

Tata Junq







Enviar um comentário