quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Projeto: Rumo às Memórias. SANGRANDO.



Sempre há motivos,pra cada canção ...
Esta foi lançada em 1980.Tive motivos pra gostar de Gonzaguinha,apreciar suas músicas,aplicá-las em eventos do Colégio,onde lecionava ...enfim ...
Se todos pensam como eu, não sei.
Música,sonoridade,jogo das palavras ... são como pedaços d'alma,expandidos ao vento.
Eu vivo entre musicabilidade e palavras ...é como tatear,ver,falar,enxergar,mais um sentido.
Hoje,exatamente,hoje,ela,música,SANGRANDO,é e será um marco.
Recebo a canção e a alma de alguém,dizendo-me:estou me entregando a você,inteiro.
Não é demais?
Nem de mais,nem de menos.
É.
E,isto percorre minha espinha,num arrepio bom,como beijos suaves,mas intensos.
Existe algo mais emocionante e lindo,que uma entrega?
Aprendo que a cada momento,revelam-se fatos.
Aprendo também,que momentos raros,são deveras importantes.
Se duradouros? Não sei ... o até quando,agora é irrelevante.
Quem responde por segundos,segundo e seus milésimos, de uma vida?
A música tocada agora,por segundos ...já faz parte de uma memória.

Tata Junq
Enviar um comentário