quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Do Projeto,Rumo às Memórias: Saudade.

Somente confirmando.
A música & Alma & Palavras.
Poesia-musical,ARTE-NORDESTINA.
Raízes e poesia,só combinam.
A sensibilidade,arrasta-pés!
Fiquem com o ritmo e as palavras!
Ahhhh ...as palavras ...saudades,saudades,da saudade que dá.
Quem já teve um amor,sabe,soube,saberá.
E, mais uma memória a registrar.
Uma alma-nordestina,um dia também me achou,virou "flô",um "sorriso-de-Deus","se manifestô"!
Tata Junq

Eis a letra da canção:

Lápis de Cor
Santanna O Cantador

A saudade faz parte de quem já amou
De quem ficou sozinho
De quem chorou baixinho, sem chamar atenção
A saudade varreu tantos sonhos
Deixou vazio tantos ninhos
E colocou mais espinhos que flores na porta do meu coração
Quero sentir saudade, de quem me fez bem
Esquecer quem não trouxe-me nada de bom
Não traz felicidade gostar de alguém, que não soube se dar
Vou querer que no dengo, me chame de amor
E com sopro de anjo me faça dormir
Se acaso algum dia eu cismar de partir, me peça pra ficar
Posso até suportar saudades suas
Se até mesmo a lua se faz mais bonita por conta do amor
E é só você chegar pra vida ficar bela
Uma linda aquarela, estampada e pintada com lápis de cor"







Enviar um comentário