quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Preto no branco,branco no preto... expressões de colocar-se tudo de forma transparente.(PENSAMENTANDO: AS DIFERENÇAS.)




Estabelecer diferenças.
E, não me venha com hipocrisias,que elas não existem.
 (... Que existen las brujas, hay. Hay!)
Se não são perceptíveis,há quem possa aflorá-las.
Ou, pintem-nas à sua maneira.
Expondo-as,declaradamente.
Pior,quando são avaliadas e abominadas.
E,muito pior ainda, quando seres tornam-se,excluídos-sociais. 
(...mesmo falando-se ou decantando-se a "famosa inclusão",social.)
Já se olhou no espelho?
Começa daí ...difícil ter um gêmeo,idêntico.
Nossa fachada,nossa matéria é única.
Nossa alma, também.
Olha à sua volta ...
Tem alguém igual a você?
Estabeleceu-se a diferença.
Mas você se marginaliza? 
Outros, marginalizam você?
Ahhhh ... conheço muitos, marginalizados pelas ignorâncias.
Conheço muitos, que se julgam soberbos.
Conheço muitos,que julgam aparências,sem notar conteúdos.
Existem muitos,que condenam,conteúdos.
Conheço,"Senhores-das-verdades".
Convívio social, não é nada fácil.
Conheci um dia, um "SER-de-RUA",como os rotulam... e ele pediu-me um
livro.
Nunca tinha me visto,nem sabia da importância dos livros e das palavras, em minha vida.
Acho que ele era sugador de palavras.
E, no acaso,escondia-se no mundo das estórias? ...não sei...
Sei apenas que prometi,e não pude cumprir.
Nunca mais o vi.
Nem sei se morreu de overdose,se foi queimado ou espancado,se mudou de lugar,buscando novas paragens ... se foi preso,se morreu ao relento,se morreu de solidão ... sei apenas,que nunca mais o vi. Sua aparência era feia. Era sujo,fedia,e tinha olhos ávidos,como de um louco.
Um louco ...e, quem não o é?!
Fui eu,louca por estar à sua frente?
Eu era pra ele diferente.
Eu, numa ação social ...
Ele,um ser perdido nas ruas de Sampa.
Na certeza, se você o visse,teria medo ou repúdios ou indiferença ... nem sei também.
Mas eu vi a diferença,frente-a-frente e minha impotência para reverter aquela situação,tão doida, de um ser.
Eu não tinha livros ali comigo ... tinha agasalhos,comida,lanches,sucos ... que o Grupo Social,havia preparado para doar aos "Dormes-Sujos". 
( Outro rótulo.)
Ele,negou-se comer ...queria um livro ...e falava muito bem,com intelecto privilegiado.
Na verdade,a coisa mais fácil deste mundo-de-meu-deus,é falar em igualdades,fraternidades,aceitações,caridades ... 
AS DIFERENÇAS,são GRITANTES!!!!
Basto-nos pensar que somos qualificados em grupos, pelo poder aquisitivo.
( A,B ou C.)
Patamares!!!!
Passei a andar por muito tempo,com um livro disponível ...
Hoje em dia,olho pra uns livros que mantenho,porque amo livros ... e, lembro-me bem daquele homem. Nem sei se desejo que ele esteja vivo ... incoerente?
Viver,vegetando ...não é um desejo bom ...
Desejar que tenha se recuperado?
Duvido!
E, não estou "desfiando rosários" ...
Somente argumentando,por situações vivenciadas.
Nas diferenças,as diferenças!!!!
A RAZÃO,diz-me que EXISTEM.
O "CORAÇÃO", diz-me,que EXISTEM.
E, na triste lembrança, de agora,lamento muito.
Ainda, de mãos atadas ...mas não lavadas, como "Pôncio Pilatos" ...
E, admito,SOU UMA DIFERENTE.

Tata Junq
Enviar um comentário