sábado, 25 de outubro de 2014

Do Projeto,Alma Feminina : Queimar no ...



                                     ( Imagem retirada do Google.)                                    


Em querendo ter-te,ressuscitei-te de meu peito cansado.
Que poder é esse,alucinado?
Maldito,malvado?
Ressuscitei-te.
E sorrindo,desdenhoso,olhaste-me.
Um olhar debochado e doido.
Gelou minhas entranhas.
E coração em repúdios,recolheu-te.
Por que minha memória é réplica,sem fantasias?!
Rei morto, rei posto.
Hora de seguir adiante,a calçada me espera,rumo ao metrô.
Sobrevivência.
Trabalho.
Não como lembranças,aliás esta,é indigesta e contaminada,
carregada de bactérias ...
Os vermes,divertem-se,na certeza,de tua matéria.
E, minha vida acorda possibilidades.
Nesta manhã,titubeei um pouco ...
Acho que por conta das rotinas,dos tantos anos...
Formosura de vida que me abriga ainda,exigente,mas bela.
Longe de teus olhos duvidosos,e de tuas mãos pesadas.
Posso dizer,que não tenho mais marcas,nem na alma.
Libertei-me de ti e nem choro.
Sopra o vento no meu rosto ... rua,vida!
Tomara,que tomara mesmo,queimes no inferno!
Queimes no infernooooooooooo!!!!!!

( Uma Alma Feminina.)
( Do Projeto, Alma Feminina.)
Tata Junq
Enviar um comentário