sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Poetando às avessas!


Surpreenda-me!
(Na presença,de verdades.)
Sorrisos vinguem,junto aos meus,
carregados de motivos.
Fala-me ao ouvido,
sem pressas,
mas verdades.
Conduza-me,
em verdades.
Cuspa,
verdades,
como as minhas,
que anunciam:
- Não morrerei
de
saudades.
(- Não mais!)
Tata Junq

Enviar um comentário