terça-feira, 23 de setembro de 2014

Poetando às avessas & Ilustrando & Musicando

                                          ( Imagem do Google.)
Sou primavera-partes,
qual quebra-cabeças.
Doce flor,que já murcha.
Olhar distante,triste.
Num tempo, 
que me inverna.

Hoje não quero Sol na janela,
nem flores balançando ao vento.

Só dilacerar a dor,
sem machados de corte.

Colher a chuva,
cá dentro do peito,
soluçando,lágrimas.

Um olhar,
perdido,
no 
nada.

Assim,
sem
motivo.

Assim,
assim,
assim,
assim ...

Daí?
Daí,nada!!!!

Tata Junq

( Em sendo nostálgica ... com esse "gênio",agora estou, só por agora ...)
Enviar um comentário