segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Memórias de uma desmemoriada. ...rsrs...


Memórias

Corri no tempo,inverso.
Lá estava eu,em Lins,cidade onde nasci.
Memoráveis tempos da juventude,em minhas férias.
Ou ficava na casa dos Junqueiras ...ou ,dos Barbosas.
Tios,por parte de minha mãe e de meu pai.
Ahhhh ...a casa dos Barbosas ...tempos para tirar qualquer chapéu e reverenciar.
Foi lá,que recebi uma primeira serenata ...
E,curti as lambretas e os meninos das lambretas ...
Imagino que envelheceram,assim como eu ...e, penso que formaram famílias ...
Residem ainda na cidade?
Senti-me agora debruçada no muro baixo,depois sentada irreverentemente nele,e vendo o vai-vem dos meninos-das-lambretas,belos,atraentes,ímpares.
Deu-me uma saudade danada das boas risadas,de meus primos e primas e de meus tios ...
Ouço,as músicas raízes,caipiras, das manhãs,tão cedinho,tocadas.
E,resgato umas,bem agora ...e meu coração se enche de alegria.
Eu abraço a todos, na memória.
Eu abraço cada um ...grata por ter sido tão feliz ao lado deles.

Tata Junq

Enviar um comentário