terça-feira, 2 de setembro de 2014

Carta. ( Projeto Alma Feminina)



Não vale!
Não vale!
Não vale!
Deixar-me assim tão mal acostumada,com palavras meladas.
Não vale!
Não vale,sucumbir em grande vale.
Deixar as noites vazias,pés sem chão e nenhum acorde de violão.
Tomará rumos também meu coração.
Numa vingança incontida,de alma perdida.
Pode acreditar que sim.
Sim à vida!
Sim?!
Mas poderia ser um outro,sim a mim.
Ahhhh ...poderia ...
Poderia,bem que poderia.
(Alma Feminina.)

Tata Junq

( Do Projeto, Alma Feminina.)
Enviar um comentário