segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Pensamentando & Fotografando & Musicando: É a vida,meu caro.( Projeto: Cartas-poéticas.)


Meu caro,
amanheceu,
minh'alma,
na certeza,
 seu retrato,
amarelou
no
tempo.
Prazo esgotado,
finito.
Amarelaram
meus 
sorrisos,
todos.
Meu olhar,
conseguiu
ficar
mudo.
Minhas palavras,
secaram
sem lágrimas.
Nem agridoce,
sensação,
perdeu-se
paladar.
Nem cheiro,
nem suor,
exalam.
Sem preces,
à sua morte.
E,
nem
sete palmos,
em meu coração,
sobrou.

( Um Alma Feminina.)
Tata Junq

Enviar um comentário