sábado, 20 de julho de 2013

Pensamentando & Musicando : OCIDUL.



Nos braços soltos,busquei o abraço.
Você, uma "Natureza-morta"!
Tão exposto no quadro-memória.
Pintei-o humano.
Virou vaso-trincado,sem flor,sem colorido,sombra.

E, na música que escuto agora, "nós não nos conhecemos"?

Isso!
Nada com nada!
Nada, com tudo:nada!

Eu pincel,você lúdico.

Ou eu,o lúdico,e você,pincel?
No OCIDUL,às avessas:

*NUNCA FOMOS, ARTE!


Tata Junq


Enviar um comentário