quarta-feira, 17 de julho de 2013

Do Projeto: Palavras ao Vento,"Tão Pássaro"!




                          (Bico-de-lacre)


Canta o vento lá fora.
O Sol é ameno,faz frio.
Eu vi um pequeno pássaro na boca da gata Bibi. Tentei resgatá-lo,
era tão lindinho,de bico-vermelho ...
Nada pude fazer,além de pegar aquele corpinho ainda morno.
Natureza!
Felina-caçadora!
Gela-me a alma,diante da consciência de.
E,na caça-de-mim,há pedaços triturados.
Fazem falta.
Ser um todo harmônico - processo ainda difícil.
Perdi um pouco "as asas".
Vezes,fui Condor,buscando montanhas altas,afiando bico,trocando garras.
Hoje,sou tão passarinho-indefeso.
O vento lá fora é denunciador da vida,com todos os trejeitos,dando ritmo,
o balançar contínuo das folhas,meio que tristes,no inverno.
Mas há vida lá fora!
E há na certeza o quê nos engula,amedronte-nos ...
Quero ser "abocanhada",com dignidades,vertendo amor e tão somente.

Tata Junq
Enviar um comentário