quarta-feira, 26 de junho de 2013

Poetando às avessas ....Uma chávena? Virtualidade.





Uma chávena?


Chá pra dois?
Sem brindes,
na tela fria.

Você lá,
eu cá.

Eu cá me perco.
Você lá,confunde-se.

A tela fria,
vê, 
fala,
eclode 
e faz da distância,
a pequenez do sentido.

Você lá,
eu cá.

Irrealidade-absurda.

Só dedilhar o off!
Pluft!

Somos mais nada.

Tata Junq


Enviar um comentário