quarta-feira, 5 de junho de 2013

Momento Reflexivo :Andrade & Junqueira


                         Imagem do Google       

Vezes,queria ser imbecil!
Desprovida de cérebro!
Dotada de ignorâncias...perdida em significâncias ...
Açoitando as inverdades, no entanto.
Sinto-me agora, minha avó, em seu cavalo,que não alado ...chicote em mãos...
garrucha na cintura, facão ...
O sangue Andrade, jorra agora,fervente,inconformado.
E, cavalgo ao vento,em desalinho ...mas não consigo ser rude.
E,sofro ...o desconforto de dar crédito às pessoas ...oportunidades ...
Mais uma vez ...entre tantas ...
Aprendo nas omissões, nas faltas de caratismos ... e dói!
Qual a vantagem de sermos bons?
Pensamento desatinado,este agora ...
Nada perdemos em sermos bons, almas boas ...
Mas vezes cansa sermos complacentes ...
Queria embrulhar a alma agora com impermeabilizante
e passar borracha na memória ...
Doeria menos ... com toda a certeza,doeria menos ...
Ao vento,tristezas!
Galopes no tempo,em tempo!
Guerreira de mim,por mim!
Vou ...entre Andrade e Junqueira, fazendo minha história.

Tata Junq
Enviar um comentário