domingo, 7 de abril de 2013

Musicando a vida & Pensamentando : CRAZY







A noite é gélida!
Os olhos da noite,percorrem caminhos sem sentido.
Meus olhos choram, numa tristeza,inconsolável e incontrolável.
Verte dores.
Solitária noite.
Cada vez mais entendo que serei um ser taciturno e solitário.
Parece sina-chaga.
E,continuarei escrevente ... de memórias.
Triste sina.
Já envelheci,e o tempo é curto.
Ele é faca,algoz!
É irremediavelmente,transparência da morte ,
que se aproxima.
A noite é gélida!
Sem lua,
sem estrelas,
ou corpos celestiais.
A noite abraça-me,fria,deusa do nada.
E, o horror da dor,
esparrama ao chão,
qual leite vertido do fogão.
A goela,igualmente dói,
passa por ela,um urro surdo,absurdo.
Não há sequer,vento.
Só silêncio.
O meu silêncio,solitário e triste.
Onde foi que perdi dignidades?
Onde e por quê,
perdi coragens?
A música calou-se também.
E, eu a cantei antes 
Prenúncio da desgraça.
Agora,
somente silêncio.
E eu,
escrava da solidão.

Tata Junq


**********************


Mais ou menos isso,diz a canção:

...
ESSE Tipo de amor
Querer me fez fechar como cortinas, 
ESSE Tipo de amor
É, ágora Nunca, Nunca, Nunca, Nunca Mais Serei o MESMO

Fico louco, louco
Querida, fico louco
Guia Você apronta, e DEPOIS Vai embora
Guia Você me Deixa
Louco, louco
Louco por você, querida
O Que posso fazer, querida?
Eu me SINTO Tão triste

ESTOU perdendo a cabeça, garota
Porque ESTOU ficando louco

Preciso do Seu amor, Meu Bem
Preciso do Seu Amor....

Enviar um comentário