terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Pensamentando: A morte espia-me ...( Projeto: ALMA FEMININA)




A morte espia-me pela fresta da janela.Em via-crucis,estou sentada na cama,pensativa.E maior que o peso de sua"foice",está a vida-em-dor.
Parece que por hora desiste.
Eu desejei estar liberta,abandonando a "cruz".
Mas, cruel,sorriu e desdenhou.
Fica!
E achei Verônicas, que enxugaram meu rosto e alma. Um Cícero-grande e grandioso,repartindo meu fardo.
Caio,levanto,sangro.
Sangro,levanto,caio.
Caio,sangro,levanto lentamente e a espreito também,sem ímpios,mas inconformada,buscando razões evidentes do meu continuar.
Ela sorri. É anjo-bonito. Falsos conceitos,pintam-na,cruel e feia.
Fecha-se o portal.
Abro a janela. Está frio lá fora. Atrevo-me à rotina de mais um dia ... com dores físicas e emocionais.
E Anjos, dizem amém!
Eu, engulo,doído,mais um dia.
É domingo.
E daí?!

Tata Junq

14/10/2012
Enviar um comentário