quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Pensamentando: JOGOS.





                       JOGOS                               

- Par ou ímpar?                  
- eu cago, você limpa!          

- Dois ou um?          
- Um!                   
(Sozinho.)           

- Papel,tesoura?        
- Tesoura,eu.        
- Papel, você.             

- Polícia ou ladrão?              
- Ladrão!              
( De sonhos permitidos.)              

Fecho a janela,chove.         
E, no silêncio da noite,permito-me brincar com os pensamentos.  
- Papel,tesoura?         
- Papel e caneta.     
(Caderno.)          
Pensamentos-murmurantes,para não acordar a solidão.     
(Deixemo-la quieta.Enquanto dorme, não causa dor.)      
Mar-Azul,faz-me companhia,é um peixinho-beta,imponente,com sua cauda-dançante.     
Dizem que os peixes "sugam" energias ruins,até morrem.    
Que bobagem! Bobagem, mesmo?         
Mar-Azul é bonito e está bem vivinho.E eu,cansada.    
(Essa maratona para cuidar da saúde,suga-me.)          
O "murmurinho" da chuva é convidativo ao soninho-reparador ...  parece que Mar-Azul entendeu,aquietou-se.              

- Princesa ou Rainha?     
- Rainha!      
( Nos braços de Morfeu.)    

E, com tesouras-de-podas,arestas.    
E, no par ou ímpar ... ganhei!    
E, no dois-ou-um,eu,sozinha.    
E, no polícia-e-ladrão ...quem és?    
- La-drão!    
- Drão!Drão!Drão!    
Sissississiiii ... silêncio!     
Silencio palavras escritas e pensamentos teimam em ficar acordados, e cabem um amanhã.     

Tata Junq     



Enviar um comentário