quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Conjecturas...de uma tarde hostil.




Anjo ou demônio?
Asas?
Hoje mostro dentes!
E dilacero as hostilidades recebidas, às mordidas.
Gosto do gosto da verdade.
Gosto do sangrar,ponto a ponto,da raiva, e insensatez ouvida e ainda não digerida.
Anjo ou demônio?
Sem asas,sou dentes!
Ou de asas, sou abutre?
Ranjo dentes ... e,não há inconformação, há constatação dos fatos, tão óbvios.
Endureci a mandíbula, meu olhar está frio ...
Decepção?
Não!
Cada um tem a oferecer o que pode oferecer.
De minha parte o que faço ou fiz ...pouco importa ... nunca atingirá a suficiência.
Nesta altura da vida, nada tenho a provar, refazer.

Doei e perdi,somente isso.
E, mostro a cara ... mas não a darei a tapas ...
Mostro DENTES!!!!
Seja a quem for ... na transformação, dentes afiados e "eles" também sabem morder e fazer sangrar.
De doce, hoje,amarguei, azedei ...
Acidez!
Hipocrisias,jamais!

Tata Junq
Enviar um comentário