sábado, 1 de setembro de 2012

Poetando, com amor especial: OLHAR-PRIMAVERANTE.




OLHAR-PRIMAVERANTE.

Violáceas,
violetas
na
janela-do-amar.

Primaverante,
beleza.

E abrem
botões-esperanças,
acordam lembranças,
num abraço-de-saudade.

E sorrio,
flores.

E articulo,
flores.

E como,
flores.

Uma criança contente,
renasce em mim.

Toco-as,
na
suavidade.

E nasce seu
olhar,
tão vivo,
mãe,

dentro-de-mim!

Tata Junq

*Saída do "forno", daqui do cantinho-Face... Tão afeto e amor ...à Nair Andrade Junqueira, minha Mamis.

Enviar um comentário