sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Crônica do meio-dia ...Estória da História: Loba-menina.



Estória da História.
Macabra?
Macabrézimaaaa!!!!
Quem passa pelo bosque , jura que lá não volta.
Urge pensar mais de dez vezes.
E quem lembra, diz ter gravado nos ouvidos da mente, o choro implorante da garota, perdida.
Dizem ...que uiva, até.
Loba?
Loba-menina, que se transforma?
Dizem que foi estuprada e morta, naquele deserto implacável ...ou será que tudo lá morreu depois que ela também morreu?
Mistérios, contáveis ...
João, irmão de Nara, marido da Jorgina, disse que nada temia ...e ia por lá passar e investigar.
Nunca mais voltou ...
Dizem que a loba-menina o atraiu ...e num gesto apenas, imobilizou-o ao chão...acharam apenas a ossada...
Devorou-o.
Vai constatar, você?!
Eu, ein?!
Somente conto estórias ...
O repórter, investigativo, é você.
Vai lá, Bernardo!
Vai na coragem, irmão!
Depois dividiremos matéria ...
Ou, contabilizaremos os seus pedaços de sobra ...
Hahahahahahahhhhhhh!!!!!


Tata Junq



Enviar um comentário