domingo, 8 de julho de 2012

Momentos Reflexivos: Abandono, solitário.







Abro a porta do coração,melhor ir embora ...
Diz uma canção : "Meu desejo, meu destino, brigaram como irmãos ..."
Aproveito o ensejo musical, tão gostosinho-dançante, e desvirador-de-pensamentos do avesso.
Corro o tempo-da-madrugada... sem eira,nem beira.
Medo de voar em sonhos, de voar na razão, de despregar-me do coração, cair em contradições e desabar.
Na calmaria da madrugada, aquieta-se uma boca também dormente, olhos fechados, bloqueando cada imagem possível, passiva de afeto-pendente.
Abandono, solitário.
E pensamentos voam sem qualquer sentido, sem rumos ...em busca do apagão, dormir.
E fim. 
( Ponto.)


Tata Junq
Enviar um comentário