quinta-feira, 7 de junho de 2012

Poetando: ESTOU, VIDA!

No ensaio.


Saio
de
mim
preguiçosa.
Num
plano terreno
envolvente

envolvida.
No
sopro-do-vento,
entardecida.
Vertente
na
manhã,
em
gotas
de 
brisa.
E,
seivo,
se
tocada.
Embora
renascente-do-agora,
minha
raiz
jamais
esteve
ressequida.
ESTOU,
VIDA!


Tata Junq
Enviar um comentário