sexta-feira, 8 de julho de 2011

PENSAMENTANDO & MUSICANDO :" AL DI LA"





Em andanças ... vou ...
Mente dispara...igual canhão!!!!
E faço da musicabilidade, a força da impulsão.
E, componho minha declaração.
Assim tão certeira, tão força, tão bela, tão tudo.

Só por hoje: mais uma vez, reitero, o que eterno será.

É assim ... amor-de-verdades.
Seja a quem fôr.

O meu ... navega, musicalmente ... buscando um ouvido, um coração.

Assim que sou: amor-de-verdades!


Quando disser, amo-te ,seja pra quem fôr, soará no eterno, onde minh'alma estiver.
Na certeza ...

 E, no inventário da vida, hoje deixo sonhos de amor, deixo amores,deixo dores, deixo alegrias, deixo atos, deixo fatos, deixo palavras de registro.
Dou-me conta que de bem-maior-possuído,
tenho o que deixar: amor!
(E sem envaidecer-me,no entanto.)
Aprendi a amar!
Aprendi a armazenar, o amar.
E aprendo que não posso fazer escambo dele. Tarefa difícil, ainda.
Amar sem troco, sem troca ... mas AMAR.

Eu chego lá!

No entanto, registro: AL DI LA!!!

Tata Junq

08/07/2011 ...
Enviar um comentário