sexta-feira, 13 de maio de 2011

Pensamentar, poetando: SONO, REPARADOR!




Os olhos pesam, o sono chega, reparador.
Necessariamente, reparador.

Repara a dor!

Ré para a dor!

Reparador,

pára dor!

Cerram-se.

Adormeço.

Tata Junq
Enviar um comentário