sábado, 9 de abril de 2011

Pensamentando com música : SONHO MEU!

SONHO MEU


No
sulco
da
terra,
tornou-se:
Raíz!


Inconsciente,
ramificado,
alastrou.


Abrangente,
inconsequente,
morreu,
na certeza,
do
Não!


Secou
o
desejo,
na
terra,
árida!


Desertando,
ressuscitou,
 formou,
estranhamente,
asas!


E
novamente,
voouuuu ...


Voouuuuu ...
solitário.


E perdeu-se,
na
mágoa
de um
momento,
insensível.


Teimoso,
que
foi,
morreu
novamente.


*** Moral da história: sonhar não é pecado ... pecado maior é ser tolo(a), errando novamente!


Insensível isso?
Sensível?
Tolo "parecer"?
Tudo a ver? Nada a ver?
Tudo haver ou ter?
Haveremos de ter razão, dotados de insensatos corações?


Ahhhhh ...almas-poetaaaasssss!!!


Sonhar é assim : créditos depositados em esperanças ... com riscos eminentes de possíveis e passíveis balanços , com saldos negativos ...
"Sonho que se sonha só" ... escutem novamente essa canção ...


Rsrssss ... " DI NOVUUUUUUUUUU!!!!" RAUZITOOOO ERA FERAAAAA!!!! (... no quisito: coração!)


Tata Junq


Enviar um comentário