sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Poetando:ROMPER




Amanhece.


Janela fechada.


Ânsias:
romper espaço,
romper o som,
romper o óbvio:
limitações.


Quero
amar
sem
fronteiras.


Quero
você
sem
barreiras.


Tata Junq
Enviar um comentário