segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Poetando às avessas! ESPELHO.

"



Espelho,
espelho
meu ...

Diga,
no
Mundo,
que

alguém,
que
ama
igual
"eu"!

"MIM"
DUVIDA!
"MIM"
DUVIDA!

RESPONDE,
alma
perdida?

Responde!
Onde ficou
perdida
minha vida?

Na avenida?
Na subida?
Na descida?
No ônibus?
No trem?

Na
ILUSÃO,
do
amar
um
alguém,
que
não
vem?!

Que
não
vem!

Que
não
vem!

Espelha
hoje
a
grande
ferida,
tripartida!

Espelho,
espelho,
meu ...

Diga se
existe,
alguém
mais
tola,
do
que
eu!!!

-Eu!
-Eu!
-Eu!

ECOPLASMADEMIM!!!

Nitidez,
efusivamente,
triste:
descontente.

REFLEXO
NÃO
MENTE.

É!!!!

Tata Junq
Enviar um comentário