terça-feira, 2 de novembro de 2010

Poetando:Afoitos desejos.




Afoitos desejos


Ondulação  de sonhos ...
Imagens imaginárias.
E elas dançam harmoniosas,
provocantes,
sensuais.
E o desejo acorda beijos ,
infinitamente doces ...
Toques suaves ...
que deliberadamente,
inflamam-se em volúpias,
beijos afoitos.
Crepitar de almas,
crepitar de corpos ...
Sangue,
bombeado!
Coração,
disparado!
Mãos entrelaçadas,
elo.
Ritmados
movimentos.
Delírio!
Posse!
Dividido
gozo.
Prazer,
amor,
sedução,
complementação.
Amor dividido,
em
liberdade.
Marcante,
marcado.
Qual ferro
em
brasa!
Somos,
no apetite,
dois.
Na alma,
um.
Esperando,
um
novo
depois.


Tata junq

Enviar um comentário