domingo, 8 de agosto de 2010

MOMENTOS REFLEXIVOS & PENSAMENTAR ( Nas RUAS :o ALGODÃO DOCE!!!)


Caminho na estreita rua ...em meio a lixos ...papéis espalhados,sobras de comidas, azedas e  não visíveis : ratos e ou, baratas ...
Mundo-cão, fétido! Viaduto!
Debaixo da tenda de plástico, corpos.
Chego com a marmitex... e um rosto espia meus movimentos ... e o recolhe, sem o olhar levantar.
E penso ...tem mais um aí dentro ...espero mais um tanto ...mas nenhuma mão se estende ...
Caminho, caminhamos ...em busca de novos-irmãos ... e eles nos olham ora desconfiados, ora com ares de reprovações, outras vezes, parecem estar inertes pra vida, alheios ...olhos perdidos no nada.
Chegamos numa esquina ... forma-se fila indiana ... e eles esperam por sua comida ...talvez a única decente da semana ... E os cães os seguem , fiéis.Lindas amizades. Eles se aquecem nas madrugadas: cão e homem!
Destaca-se nesta fila, uma senhora, que exibe seu cachecol de lã.E diz pra mim: -ele está aqui, lembra?
E fico feliz por tê-la agasalhado e por ela lembrar-se de mim.
Procuro na fila o intelectual que me pediu um livro pra ler ...nada dele.
Esbarra em mim um jovem, meio alterado, sem equilíbrios ...olhos vermelhos, ares de loucuras! Mal consegue segurar sua refeição ...e derruba seu suco ... está desordenado.
Vê-se o silêncio ao redor ... eles balbuciam, vezes.
Soubemos que ali houve extermínio ... e eles olham ao redor, na prevenção e medo.
Quem ousou ceifar vidas? Mesmo sendo náufragos do asfalto? Mesmo sendo delirantes? Mesmo sendo pobres-diabos?
Maldade maior, do que a rua já lhes propicia.
Maldade!
Maldades!
Acabam as marmitex ...alguns nos acompanham em orações ...outros saem, lentamente, esquivando-se delas.
Outros, nos espreitam de longe.
O nosso comboio retira-se de cena.
Meus olhos ainda buscam o intelectual, apreciador de livros.
E, nada dele.
E, repenso valores, sociedade, homens, abandonos, carências,desiquilíbrios, desamores, preconceitos, tristezas ...e resisto. Resistimos, todos, envolvidos e movidos a amor! Somos: um grupo -voluntário, andarilho, de ruas "em abandono"!
Lado feio, Sampa  abriga  os "dorme-sujos", como já os carimbaram : homens e mulheres!
Endereçamento : RUAS!!!!!
Qualificação: POBRES-DIABOS!
Mas HUMANOS, que deveriam ser respeitados!
Perco meu olhar ... perco meu orgulho e vaidades!
Sinto um misto de dever cumprido e nada feito!
Paradoxal!
Tristemente, e tão somente.
Lembranças de uma noite fria!

Tata Junq
Enviar um comentário