sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Poetando às avessas! FRESTAS (Espia!)



Frestas:



Espia!

Há flores
em
botões.
(Tatear é
preciso.)



Sente!

Há mormaço
do
Sol.
(Aquece-se!)



Ouve!

Há burburinhos
de
amor.
(Sonoros!)



Espia!

As águas,
tranquilas
e
límpidas.
(É fonte
que
sacia)



Espia!


com
olhos
de
ternuras!
(...os caminhos
      de
      meu
    coração)



Entra!

Permanece!

A casa
é
tua!


Tata Junq
Enviar um comentário