sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Conjecturas da madrugada ... Bem ou mal...irremediável está!



Bem ou mal?
Analisa!
Quando o amor se instala, inquietudes valem?
Medo do novo? Recalques do velho, antigos?
Dúvidas do sofrer? Por um acabar que nem começo tem...por assim dizer?
Doer da falta de qualquer momento possível a dividir?
Ansiedades para o dividir? Pressa do estar junto?
Sonhar doces palavras ...
Almejar o beijo, sentí-lo ...sem antes tocar os lábios e ou a língua doce ou afoita?
Sentir o abraço, e não querer desenrolar-se dele?
Olhar nos olhos com doçura?Cerrá-los  e navegar no momento doce ... e, não querer fim?
Paixão e amor. 
Paixão envelhece.
E amor?
Amor acarreta dor.Amor traz sorrisos e alegrias.Num dual irremediavelmente, intransferível.
Amor não envelhece, simplesmente acontece.
Meu amor sonha atitudes breves ... mas não quer brevidade ... quer eternidade.
Quer hoje o pra sempre.
E terá de ser de verdade!

Tata Junq 
Enviar um comentário