domingo, 25 de julho de 2010

MOMENTOS REFLEXIVOS & PENSAMENTAR (QUEM OUSA?)



Quem já sentiu o gosto das palavras?
Quem já saboreou  pensamentos, que chegam no silêncio?
Quem tateou imagens no tempo?
Quem olhou um cisne em nuvem?
Quem respirou perfume de uma flor imaginária?
Quem correu campinas, mesmo sem pernas?
Quem voou sem asas?
Quem remou sem barco?
Quem queimou como pavio de velas?
Quem sonhou acordado?
Quem nadou nas correntezas de um asfalto?
Quem debulhou a fruta e engoliu pedaços de amor?
Quem sorriu sem medo pras águas revoltas?
Quem dançou nas nuvens?
Quem sapateou brasas?
Quem sonhou dobrados-desejos?
Quem correu como gazela nas matas-do-tempo?
Quem adormeceu em colos imaginariamente bondosos?
Quem surfou nos ares das verdades?
Quem sorriu em prantos -de- saudades?
Quem ousou suas fantasias, para suas verdades?
Quem lamentou não berrar ao vento seus sentimentos?
Quem buscou no fundo do poço, sua moeda lançada à sorte?
Quem almejou um dia ser feliz, mesmo solitário?
Quem quer dar o lance pras quimeras, leiloadas no agora?
Espalha-se respostas da boca que engole, digere e vomita, amor!
Quem ousa?
Alma- de- poeta, palavreando, mesmo através em uma fresta: segmentos de sentimentos ...ambíguos,serenos, sofridos, banidos, sentidos,removidos, vividos ...em qualquer antítese, metaforizados.
E eu crio palavras e as creio!
Eu as invento hiperbólicas,sinestésicas-agoniadas e agonizantes, agora, em atos amorosos, marejantes de saudades, antecipadas.
Eu serei muda um dia!

Tata Junq
Enviar um comentário