segunda-feira, 28 de junho de 2010

Pensamentando, tão somente. Constatação!

               As folhas
       despencam
       ao chão!
       Outono
       em
       meu
       coração!
       E caem
       e caem
       e
       c
       a
       e
       m ...
       Deslizam
       em
       suaves 
       brisas...

       Varreduras
       incertas.
       Abandonadas
       e secas,
       sem brilhos,
       nostálgicas,
       para
       na estação
       seguinte,
       renascerem,
       plurilíngues,
       pluralizantes ...
       Plúmulas!
       Germinarão,
       certas
       ou
       incertas.
       Mas
       seguirão
       o
       curso
       da
       Natureza.
       Seguirão.
       Na certeza,
       um
       dia,
       secarão
       sem
       brilho
       e
       definitivamente,
       vias
       de
       fato:
       morrerão!


      Tata Junq
Enviar um comentário