terça-feira, 29 de junho de 2010

Pensamentando, tão somente! Lendo-me..



Bom seria se tivéssemos "traços" de amor a recordar, sem lágrimas!
Que o amor, fosse presente em atos, sem arrependimentos... não fosse de fato, ausente.
Palavras não são atos!
Perdem-se ao vento!
Mesmo assim fazem falta ...incoerentemente.
O peso se acentua, quando se é solitário entre gente.
Partilhas!
Quem as tem, é feliz.
Amor deveria coexistir sem dor!
Que bom seria sermos felizes eternamente...
Utopia?!
Hoje leio-me.
E redescubro, sonho.
Quimeras?
Pelo menos, um instantezinho ... sem dor, da falta de retorno de amor!


Tata Junq
Enviar um comentário