sábado, 22 de maio de 2010

Pensamentando.

REINVENTAR

As asas da borboleta!
O bico do tucano!


 
Calda do pavão!

O dobrar do sino!

                                O sorriso do menino!


Tudo bonito: essência patenteada.
Não é preciso reinventar nada!

Tata Junq
Enviar um comentário