segunda-feira, 3 de maio de 2010

Pensamentando: Quem pode?

Quando pensamos que somos deuses, senhores de tudo, a vida nos passa a perna... e descobrimos que  nada dominamos por inteiro ...nem somos donos da verdade.
E se prejulgamos, erramos novamente.

Somos ... o que quisermos ser?
Quem pode nos analisar?
Quem nos dá notas de comportamento?
Quem nos conhece na integridade?
Neste quisito, podemos dizer que nós nos surpreendemos sempre , e somos ainda estudantes, ou aprendizes deste viver.
Quem nos pode julgar?
Os olhos afiados alheios?
As consciências alheias?
Creio que poderíamos  melhorar, a cada passo e composturas, individuais ou sociais.
O melhor seria  cada um cuidando de si,conscientizando-se de suas falhas ou erros ... para poder relacionar-se com o outro, próximo ou distante.
Por muitas vezes questiono e me aborreço com julgamentos  distorcidos, quando minha cabeça fica na berlinda.
Já me enraiveci, já me entristeci ... não nego!
Só não vou admitir que maculem minha dignidade, nunca!
E aí ... só Deus sabe!
Acredito que disporia de qualquer ferramenta legal e faria emudecer a língua ferina. Acho que já passei da fase "troglodita"!!!
Tem alguém ai com a cabeça à prêmio?
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!
Tata Junq

 DITOS POPULARES: fins reflexivos.
 *"Não julguemos outrem para não sermos julgados!"
 *"Quem nunca pecou, que atire a primeira pedra!"
 *"Tem telhado de vidro?Cuidado com a pedra   atirada!

                                ***Eu diria: julgar a si mesmo, já está de bom tamanho!
Enviar um comentário