segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Tarde de domingo.



Já choveu, já ventou, agora começa a escurecer, mesmo sendo o horário de verão.


Eu olho através das frestas da cortina, parcialmente entreaberta... e o espaço de visão é limitado, como os sentimentos de agora ...é um misto de querer e não poder... de sonhar, sem poder.Verbo chato, este poder... quando acompanhado da essência dos nãos ... a gramática do amor, tá complicada. Amar não deveria ter peso, nem culpas.


Meu coração cala.


Minh'alma enternecida, esconde-se.


Tudo deveria ser "beautiful", como sugere a música que escuto, cantada por J. Lennon ... mas não consigo embelezar o cenário lá fora, nem o cá, de dentro... estão obscuros, escuros, na penumbra ...


O de fora ... somente espera o amanhecer, limpo e ensolarado.


O de dentro, continuará noite, sem pressas ... escondidinho, escondidinho ... quem sabe, poderá vir a ser "beautiful, beautiful".


No compasso da espera ...


Amar, amando amar!


Tata Junq   * Tá valendo, data de 2008 ..achooo ..rsss
Enviar um comentário