sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

SONETO DE AMOR-CAIPIRA.



SONETO DE AMOR-CAIPIRA.


Ken dera num sonhu
podê kaminhá inté ocê,
sentir seu koração risonhu
e mi enrolá nu cê!


Keria sê sua pipoka,sua keijadinha,
o mio, u arroiz, a batata...tudu docinha.
Keria sê a Lua i u Sol.
Keria sê seu rouxinó.


Ken dera tudu pudesse
e ocê di fatu mi kisessi ...
ia gostá di montão.


Põe lenha nu fugão!
Akeci meu kuração!
Iguar fuguera di S. Juão!


Tata Junq


**OBS: resgatei de depoimento.
É lembrança de um tempo bom!
Enviar um comentário