sábado, 23 de janeiro de 2010

Poetar e poetar e poetar ...




Poetando, sempre!


Procura-se:
Chão!


Persegue-se:
Sonhos!
Sonhos!
Sonhos!


Aborta-se:
Infelicidades!
Inverdades!


Crê-se:
Justiças!
Lealdades!


Lava-se:
Alma!


Pode-se:
Tudo!


Quer-se:
um
querer
querido:
amor- dividido!


Tata Junq
Enviar um comentário