segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Poetando.




Os olhos buscam
um
não sei o quê,
um
não sei onde ...
Alma
inquieta.
Alma
em
dúvida.
Alma
sem
respostas.
Vazia?
Jamais.
Alma
completa,
ou
incisa,
discreta
ou
aberta.
Alma
de
poeta!


Tata Junq
Enviar um comentário