segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

MOMENTOS: Meu registro fotográfico & Pensamentar.





E ela tombou, sabe-se lá como ...
Já foi gigante, de raízes ... está lá, no abandono.
Cada qual é gigante-raiz!
Tal qual, ela.
Sucumbiremos um dia ...mas de certo, como ela, destribuimos sementes, que germinarão um dia.
E não serão retomadas do acaso, por acaso ... serão extensões ...
Quero que sementes minhas, se más, deformadas ...tenham-se perdido no tempo, porque sou reles mortal, ignorante da luz, um ser- aprendiz.
Mas, ciência tenho, o meu melhor ficará:amor doado, sem exigência, na constância eterna.
Porque amor não tem hora marcada,nasce, cresce e espalha!


Tata Junq
Enviar um comentário