domingo, 24 de janeiro de 2010

AMOR / SAMPA / HOMENAGEM




AMOR


Chove lá fora. O tempo mudou repentinamente. E a vida continua ... as pessoas caminham apressadas e sem jeito, do jeito que dá, outras se escondem e buscam abrigo. Um dia fragmentado pelo desaviso. A enxurrada é forte, potente.Água, asfalto, cidade, bairro ...
SAMPA!!!! Cidade que amo! Selva-de-pedra, que todos abriga. Selva-de-pedra que nos obriga a amá-la.
Berço do progresso!Anti-ecológica! Analógica! Versátil! Anárquica! Fera e Bela!!!! Quero ainda sangrar com suas garras. Quero acordar com sua beleza-concreto!!!
Quero porque quero, estar e fazer parte de sua grande janela: que reporta ao Mundo, progressista, generosa e bela, mil vezes Bela!!!!


Tata Junq
Enviar um comentário