quinta-feira, 28 de maio de 2009

Poetando

Ana.
Anas Marias,
Anas Carolinas,
Anas ...
Mulheres...
E sonham,
e cantam
e lamentam ...
Por quê, não?
Amam as Anas.
Anas que sou,
igualmente.
Acordo hoje,
Ana em mim.
Cantando:-ais!
Cantando sonhos,
iguais!

Tata Junq
Enviar um comentário