quinta-feira, 28 de maio de 2009

Poetando.


Mãe d'água,
Mãe terra,
Mãe Era,
Mãe tudo!
Mãe Terra!
Abriga-me ainda,
quero estar
no tempo,
em tempo
aqui,
acolá.
Quero viver
encantos,
serenos,
qual noite,
ou amahecer
na serra ...
entre lágrimas,
nuvens,
neblinas,
orvalhos ...
quero
o pulsar
da Natureza
em
mãos!
Quero vida,
água,
fonte,
rio,
cachoeira,
mar ...
Quero
mãe-tudo
poder tudo,
e em vida,
viver de fato!


Tata junq
Enviar um comentário