sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

O tempo que me busca.

Amanhece,
inseguranças ...


Entardece,
esperanças.


Anoitece,
ausência e saudade.


E eu transito no tempo
que me reveste,
oportuno.


Amanhã, depois ...
não importa.


Hoje, sei:
amanheci,
entardeci,
anoiteci,
embrulhada
em teus encantos.


E isso me basta.


Tata Junq
Enviar um comentário